Procura um produto?
fechar formulário

share

Calosidades e Dores Plantares

Calosidades e Dores Plantares

Proteção das calosidades e alívio das dores associadas

Almofadas Plantares | 

Alívio das dores na parte dianteira do pé

Almofadas Plantares | Alívio das dores na parte dianteira do pé
img_marca_produtos

Almofadas plantares recomendadas para o alívio das dores na parte dianteira do pé, causadas por calosidades e zonas sobreaquecidas. Fabricadas em Epithelium 26® sendo este o material ideal para a distribuição do peso e, portanto, alivia as pressões sob o antepé. Discretas e de espessura fina, poderão ser usadas em qualqeur tipo de calçado fechado, com meias ou collants. O tecido foi selecionado pela sua capacidade em permitir a transpiração, aliando suavidade do mesmo, tornando esta muito agradável o seu uso. São laváveis à máquina a 40°C, tendo uma vida útil de longa duração, de vários meses.

Detalhes:

Código Nacional de Produto Farmácia (CNP) Apresentação Quantidade por Embalagem Características
6123695 S (36-38) 1 par EPITHELIUM 26®
6123703 M (39-41) 1 par EPITHELIUM 26®
6123711 L (42-45) 1 par EPITHELIUM 26®

Quais as vantagens do EPITHELIUM 26®?

Com a idade, o preenchimento plantar natural do pé gradualmente se desgasta levando a dor intensa, e à formação de calos.

Com base neste facto, EPITACT® inventou um material inovador: Epithelium 26®, um gel de silicone patenteado como "um verdadeiro substituto para o bloco plantar saudável". A inserção do Epithelium 26® nos produtos EPITACT leva a excelentes resultados!

Porquê a dor na planta do pé?

A pele é composta por três camadas: epiderme, derme e hipoderme. Nos pontos de apoio do pé, este último tecido tem a particularidade de ser muito mais espesso do que o resto do corpo: 1 cm, em relação às cabeças dos metatarsos. O tecido subcutâneo, o qual é também chamado de "pata traseira" é constituído por vários lóbulos de gordura. Estes lóbulos estão contidos em caixas de tecido conjuntivo que lembram um favo de mel. Sob a ação da pressão, estes lóbulos semi-líquidos deformam-se, espalhando-se e deixa de se distribuir uniformemente a pressão.

Quem são os principais responsáveis por este tipo de dor?

São vários os motivos associados:

  • a idade que resulta numa alteração do tecido conjuntivo;
  • estadias prolongadas de pé, inerentes a algumas profissões que causam pressão excessiva sob a parte dianteira do pé e;
  • a prática intensiva de desportos que exercem pressão excessiva ou esforços repetitivos (caminhadas, ténis ...).

Sob a ação de uma pressão excessiva a dor, sensação de ardor e sobreaquecimento aparecem sob o antepé, na cabeça dos metatarsos - metatarsalgia.

Quando a zona de pressão é altamente localizada, uma área de calo é formada sob a pé.

Quais são as soluções para este tipo de dor?

Para aliviar a dor no antepé e evitar a queimadura e sobreaquecimento, o EPITHELIUM 26® deve ser colocado entre a pele e o calçado, devendo ter vida suficiente à medida que enfrentamos patologias irreversíveis.

O EPITHELIUM 26®, material desenvolvido por podologistas, tem propriedades viscoelásticas semelhantes às da almofada da planta do pé humano. Ele atua como um distribuidor de pressão e inibe a hiper-pressões responsáveis por metatarsalgia.

Se a dor é recorrente ou permanente, é recomendado o uso de almofadas plantares (sapatos fechados) ou almofadas discretas (sapatos abertos) com EPITHELIUM 26®.

Caso pretenda receber informação acerca dos pontos de venda mais próximos da sua zona de preferência, por favor preencha o seguinte formulário:


Almofadas Discretas | 

Almofada para alívio das dores na parte dianteira do pé

Almofadas Discretas | Almofada para alívio das dores na parte dianteira do pé
img_marca_produtos

Almofadas recomendadas para o alívio da dor sob a parte dianteira do pé com Epithelium 26® atuando como distribuidor de carga na zona plantar. Por serem discretas e finas, são especialmente moldadas para se adaptar a calçado aberto à frente ou sapatos de salto alto.

A dupla face adesiva mantém as almofadas bem colocadas nos sapatos, durante todo o dia. Estão incluídos 4 adesivos adicionais. São laváveis à máquina a 40°C, tendo um tempo de vida média de vários meses.

Detalhes:

Código Nacional de Produto Farmácia (CNP) Apresentação Quantidade por Embalagem Características
6137281 Tamanho único 1 par EPITHELIUM 26®

Quais as vantagens do EPITHELIUM 26®?

Com a idade, o preenchimento plantar natural do pé gradualmente se desgasta levando a dor intensa, e à formação de calos.

Com base neste facto, EPITACT® inventou um material inovador: Epithelium 26®, um gel de silicone patenteado como "um verdadeiro substituto para o bloco plantar saudável". A inserção do Epithelium 26® nos produtos EPITACT leva a excelentes resultados!

Porquê a dor na planta do pé?

A pele é composta por três camadas: epiderme, derme e hipoderme. Nos pontos de apoio do pé, este último tecido tem a particularidade de ser muito mais espesso do que o resto do corpo: 1 cm, em relação às cabeças dos metatarsos. O tecido subcutâneo, o qual é também chamado de "pata traseira" é constituído por vários lóbulos de gordura. Estes lóbulos estão contidos em caixas de tecido conjuntivo que lembram um favo de mel. Sob a ação da pressão, estes lóbulos semi-líquidos deformam-se, espalhando-se e deixa de se distribuir uniformemente a pressão.

Quem são os principais responsáveis por este tipo de dor?

São vários os motivos associados:

  • a idade que resulta numa alteração do tecido conjuntivo;
  • estadias prolongadas de pé, inerentes a algumas profissões que causam pressão excessiva sob a parte dianteira do pé e;
  • a prática intensiva de desportos que exercem pressão excessiva ou esforços repetitivos (caminhadas, ténis ...).

Sob a ação de uma pressão excessiva a dor, sensação de ardor e sobreaquecimento aparecem sob o antepé, na cabeça dos metatarsos - metatarsalgia.

Quando a zona de pressão é altamente localizada, uma área de calo é formada sob a pé.

Quais são as soluções para este tipo de dor?

Para aliviar a dor no antepé e evitar a queimadura e sobreaquecimento, o EPITHELIUM 26® deve ser colocado entre a pele e o calçado, devendo ter vida suficiente à medida que enfrentamos patologias irreversíveis.

O EPITHELIUM 26®, material desenvolvido por podologistas, tem propriedades viscoelásticas semelhantes às da almofada da planta do pé humano. Ele atua como um distribuidor de pressão e inibe a hiper-pressões responsáveis por metatarsalgia.

Se a dor é recorrente ou permanente, é recomendado o uso de almofadas plantares (sapatos fechados) ou almofadas discretas (sapatos abertos) com EPITHELIUM 26®.

Caso pretenda receber informação acerca dos pontos de venda mais próximos da sua zona de preferência, por favor preencha o seguinte formulário:


Almofadas Transparentes | 

Almofadas plantares transparentes para alívio da dor

Almofadas Transparentes | Almofadas plantares transparentes para alívio da dor
img_marca_produtos

Almofadas transparentes recomendadas para o alívio da dor relacionada com a pressão e aquecimento causado pelo uso de sapatos abertos com saltos altos.

Invisíveis em todos os sapatos abertos (saltos, sandálias, chinelos ...), são muito confortáveis graças à ação do gel Epithelium® que reduz a pressão, proporcionando estabilidade ao pé, com um adesivo suave, mas eficaz. Cada par é reutilizável.

Detalhes:

Código Nacional de Produto Farmácia (CNP) Apresentação Quantidade por Embalagem Características
6309120 Tamanho único 1 par EPITHELIUM®

Porquê a dor na planta do pé?

A pele é composta por três camadas: epiderme, derme e hipoderme. Nos pontos de apoio do pé, este último tecido tem a particularidade de ser muito mais espesso do que o resto do corpo: 1 cm, em relação às cabeças dos metatarsos. O tecido subcutâneo, o qual é também chamado de "pata traseira" é constituído por vários lóbulos de gordura. Estes lóbulos estão contidos em caixas de tecido conjuntivo que lembram um favo de mel. Sob a ação da pressão, estes lóbulos semi-líquidos deformam-se, espalhando-se e deixa de se distribuir uniformemente a pressão.

Quem são os principais responsáveis por este tipo de dor?

São vários os motivos associados:

  • a idade que resulta numa alteração do tecido conjuntivo;
  • estadias prolongadas de pé, inerentes a algumas profissões que causam pressão excessiva sob a parte dianteira do pé e;
  • a prática intensiva de desportos que exercem pressão excessiva ou esforços repetitivos (caminhadas, ténis ...).

Sob a ação de uma pressão excessiva a dor, sensação de ardor e sobreaquecimento aparecem sob o antepé, na cabeça dos metatarsos - metatarsalgia.

Quando a zona de pressão é altamente localizada, uma área de calo é formada sob o pé.

Quais são as soluções para este tipo de dor?

Para aliviar a dor no antepé e evitar a queimadura e sobreaquecimento, o EPITHELIUM 26® deve ser colocado entre a pele e o calçado, devendo ter vida suficiente à medida que enfrentamos patologias irreversíveis.

O EPITHELIUM 26®, material desenvolvido por podologistas, tem propriedades viscoelásticas semelhantes às da almofada da planta do pé humano. Ele atua como um distribuidor de pressão e inibe a hiper-pressões responsáveis por metatarsalgia.

Se a dor é recorrente ou permanente, é recomendado o uso de almofadas plantares (sapatos fechados) ou almofadas discretas (sapatos abertos) com EPITHELIUM 26®.

Caso pretenda receber informação acerca dos pontos de venda mais próximos da sua zona de preferência, por favor preencha o seguinte formulário:


Digitube | 

Para as calosidades interdigitais

Digitube | Para as calosidades interdigitais
img_marca_produtos

Recomendado para o alívio da dor nos dedos do pé. Apenas 1 milímetro de EPITHELIUM 26® na metade da circunferência do Digitube® (tecnologia única patenteada) é suficiente para reduzir as pressões e evitar a formação de calos dorsais e interdigitais. A maciez e resiliência do tecido escolhido contribuem para o conforto do dispositivo. Compacto, pode ser usado no calo vizinho sem qualquer desconforto.

O Digitube® é lavável à mão com água e sabão, sendo recomendado não esfregar.

Com apenas 1,5cm de Digitube®, possui uma durabilidade aproximada de 10 dias.

Detalhes:

Código Nacional de Produto Farmácia (CNP) Apresentação Quantidade por Embalagem Características
6123802 S (Ø 22mm) 1 x 10 cm EPITHELIUM 26®
6123786 M (Ø  25mm) 1 x 10 cm EPITHELIUM 26®
6123794 L (Ø 33mm) 1 x 10 cm EPITHELIUM 26®

O que é um calo?

Um calo é uma área de pele espessa que aparece nas zonas de pressões e atritos. É na verdade uma forma natural para o corpo proteger a pele, geralmente nos dedos do pé.

Dependendo do local onde se encontra localizado, o calo é denominado por:

  • calo dorsal, situado no topo da articulação;
  • calo pulpar, situado no topo do dedo do pé (dedos em martelo);
  • ou calo interdigital, localizado entre dois dedos do pé que tendem a juntar-se ou até mesmo sobrepondo-se um no outro.

Para aliviar calos dolorosos, temos de reduzir as pressões e atritos exercidos sobre a pele. É aí que Epithelium 26®, distribuidor de carga, entra.

Como evitar a formação de calos?

Temos de interpor uma relação confortável entre o agressor (o sapato, um dedo do pé vizinho ...) e a pele para reduzir a agressão. Imediatamente o processo de queratinização será desativado, o equilíbrio entre a renovação celular e descamação encontrados. Dado o ciclo de vida de um queratinócito, o efeito realmente será visível apenas cinco semanas após o início da aplicação. O EPITHELIUM 26®, material desenvolvido por podólogos, atua como um distribuidor de pressão sobre o pé e tem uma vida útil que pode de forma sustentável proteger a pele contra calos e calosidades. Dependendo da área, a gama EPITACT® oferece vários tipos de proteções.

Caso pretenda receber informação acerca dos pontos de venda mais próximos da sua zona de preferência, por favor preencha o seguinte formulário:


Dedeira | 

Para alívio da dor causada por calos e unhas encravadas

Dedeira | Para alívio da dor causada por calos e unhas encravadas
img_marca_produtos

A Dedeira é recomendada para aliviar a dor causada por calosidades na ponta dos dedos, unhas encravadas e unhas azuis. O Epithelium 26® (1 mm de diâmetro) distribui as pressões, encontrando-se presente em toda a dedeira. Está inserido entre 2 camadas de tecido para uma maior resistência ao desgaste. A dedeira alivia a dor e limita o desenvolvimento das calosidades nas pontas dos dedos. É recomendado na prevenção (antes de uma longa caminhada, etc..) ou no tratamento, de forma a aliviar a dor, devido à pressão exercida pelo calçado. Fácil de colocar, posiciona-se do avesso na ponta do dedo do pé e desenrola-se progressivamente. A dedeira é lavável à mão e possui uma durabilidade aproximada de 1 a 2 meses, dependendo das condições de utilização.

Detalhes:

Código Nacional de Produto Farmácia (CNP) Apresentação Quantidade por Embalagem Características
6123778 S (Ø 23mm) 1 EPITHELIUM 26®
6123752 M (Ø 26mm) 1 EPITHELIUM 26®
6123760 L (Ø 36mm) 1 EPITHELIUM 26®

O que são unhas encravadas?

A unha encravada dolorosa é o resultado da penetração da borda da unha nas partes moles da pele. Pode afectar todos os dedos, mas geralmente está localizada no primeiro e segundo dedos. A evolução de uma unha encravada acontece em três fases sucessivas em que a gravidade e o desconforto aumentam progressivamente.

Numa primeira etapa, a compressão entre o bordo lateral da unha (borda das unhas) e o anel provoca inflamação cutânea ligeira fazendo com que as primeiras dores originem uma coloração cor de rosa da pele. A ausência de ruptura, nesta fase, ainda protege o dedo do pé de uma infeção. Numa segunda fase, sse não for tratada, ou, se for suportada (consulta de um especialista, a utilização de uma protecção ...), a inflamação causa um risco de infeção. Isso ocorre no sulco periungual geralmente 10 dias após o início da unha encravada. A pele torna-se vermelha e inchada e as dores tornam-se muito mais relevantes, especialmente ao toque. A terceira fase ocorre cerca de uma quinzena depois da unha encravada, provocando uma infeção com pus, provocando dor intensa e a borda da unha não está mais acessível. A intervenção de um especialista é inevitável para tratar e cuidar do dedo do pé.

Quais os fatores que contribuem para a a unha encravada?

Várias causas podem conduzir a uma unha encravada, podendo estar associados uns aos outros.

Na maioria das vezes, o corte da unha e sapatos apertados são responsáveis. Algumas patologias do pé também pode promover a unha encravada, incluindo os dedos em garra ou joanete. A forma e natureza das unhas (espessantes) também são causas comuns.

Os diabéticos são mais propensos a ter unhas encravadas?

É necessário esclarecer que os diabéticos são particularmente vulneráveis ​​à ocorrência de unhas encravadas na fase 2 e 3 por causa do nervo ou insuficiência circulatória que pode existir. A prevenção é, portanto, muito importante e a consulta a um podólogo é essencial para evitar complicações e lesões mais graves.

Podemos prevenir e evitar a cirurgia?

Para curar, a cirurgia é comum e indispensável em muitos casos. No entanto, a prevenção, muitas vezes permite evitar o aparecimento de uma lesão em particular para pessoas com tendência à recorrência. Uma atenção diária é necessária. Tratar as unhas, especialmente quando se corta, reduz o risco de unhas encravadas, mas também permite a deteção precoce da inflamação.

O que são as unhas azuis?

A unha azul é característica de um hematoma subungueal. Pode dizer respeito a todos os dedos dos pés, mas afeta principalmente o primeiro e segundo.

Que fatores contribuem para a unha azul?

O aparecimento de uma unha azul pode resultar de choques repetidos sobre a unha. Entre as causas comuns, notamos a compressão excessiva dos dedos do pé no sapato ou, inversamente, muito larga num sapato, não estando numa boa posição. Pessoas com uma diferença de tamanho entre o pé esquerdo e direito também pode enfrentar este problema. Finalmente, hiperqueratose (aumento da espessura da pele), gerada pelo atrito significativo ou pressão ultra-elevada, pode causar a formação do calo no dedo do pé que conduz à formação de hematoma e unha azul.

Quem são as pessoas mais afetadas pela unha azul?

Desportistas, caminhantes e técnicos que trabalham com sapatos não ajustados são os mais frequentemente expostos, bem como os idosos que sofrem de deformidades nos pés. Para cuidar e tratar de uma unha azul, a intervenção de um especialista pode ser necessária. No entanto, um cuidado atento no início precoce e o uso de uma dedeira irá impedir o desenvolvimento do hematoma e perda da unha.

Caso pretenda receber informação acerca dos pontos de venda mais próximos da sua zona de preferência, por favor preencha o seguinte formulário:


Pensos Calos | 

Alivia calos e calosidades da planta do pé

Pensos Calos | Alivia calos e calosidades da planta do pé
img_marca_produtos

Pensos recomendados para o alívio de calos e calosidades, através da ação do gel Epithelium® Activ, ficando a pele macia e hidratada por oclusividade do material. Muito fino, os pensos podem ser utilizados em todo o tipo de sapatos, abertos ou fechados. São laváveis com água e sabão, reutilizáveis por 5 vezes em média (retirar à noite). São também recomendados para pés diabéticos.

Detalhes:

Código Nacional de Produto Farmácia (CNP) Apresentação Quantidade por Embalagem Características
6138677 Oval (3,8cm x 4,5cm) 3 EPITHELIUM® ACTIV

Porque o EPITHELIUM® ACTIV é adequado para o pé diabético?

Dada a sua "fragilidade", o pé diabético deve ser considerado de forma específica, com uma abordagem de prevenção. A EPITACT tem desenvolvido e validado um conjunto de produtos com curativos diabéticos EPITHELIUM® ACTIV.

O EPITHELIUM® ACTIV é um gel de silicone auto-adesivo, lavável e reutilizável, que ajuda a aliviar a dor associada com o atrito e a pressão ultra-elevada.

Os tratamentos com EPITHELIUM® ACTIV, por essa razão, não apresentam costuras, nenhuma zona rígida, não havendo o risco de lesões relacionadas ao atrito excessivo.

Caso pretenda receber informação acerca dos pontos de venda mais próximos da sua zona de preferência, por favor preencha o seguinte formulário:


Almofadas Sub-digitais | 

Para aliviar a dor relacionada com os dedos do pé em martelo ou em garra

Almofadas Sub-digitais | Para aliviar a dor relacionada com os dedos do pé em martelo ou em garra
img_marca_produtos

As almofadas sub-digitais com Epithelium® são recomendadas para o alívio da dor relacionada com dedos dos pés em martelo ou em garra. Devem ser colocadas sob os dedos dos pés, a fim de alongá-los confortavelmente e, assim, evitar a formação de calos pulpares e dorsais.

Devido à sua forma, adaptam-se na perfeição ao espaço existente sob os dedos do pé. No que diz respeito à colocação do produto, o elástico passa à volta do 3º dedo do pé, permitindo flexibilidade e que as almofadas se mantenham no sítio, tornando-se extremamente confortáveis. As almofadas são laváveis na máquina a 40ºC e possuem uma durabilidade de vários meses.

Detalhes:

Código Nacional de Produto Farmácia (CNP) Apresentação Quantidade por Embalagem Características
6153361 Homem (L) 1 par EPITHELIUM®
6153379 Mulher (S) 1 par EPITHELIUM®

Quem é mais afetado pelos dedos martelo ou em garra?

Ambas as patologias são caracterizadas pela deformação dos dedos, juntamente com angulação significativa entre os dois dígitos.

Dedos em martelo são frequentemente associados às mulheres mais jovens; é por isso que o calçado é muitas vezes o culpado. No entanto, não é apenas o calçado estreito e de salto alto que é a origem desta patologia, sendo que a hereditariedade também é um fator de risco.

Qual o motivo para o aparecimento dos dedos martelo ou em garra?

As deformidades do pé em martelo ou garra, resultam de um desequilíbrio muscular e má distribuição das forças no pé.

Com efeito, com saltos altos o peso é transferido do calcanhar do corpo para o antepé. Sujeito a forças excessivas na articulação metatarsofalângica, flexiona a articulação interfalâanfica - os dedos dos pés são deformados.

Qual é a diferença entre pés martelo ou em garra?

Muito frequentemente, a deformidade do pé em garra provoca um apoio significativo a partir das pontas dos dedos dos pés no chão, principalmente os quatro pequenos e alta pressão do sapato sobre as articulações interfalangeanas.

No caso do dedo em martelo, a articulação metatarsofalângica é hiperestendida e sobe para a parte superior do sapato, enquanto a primeira articulação interfalângica é flectida para dirigir a extremidade dos pés para baixo. Essas distorções originam dor nas articulações, o aparecimento de calos no topo das articulações (calos dorsais) e nas pontas dos dedos (calos pulpares). Calos ou olhos de perdiz também podem aparecer entre os dedos.

Quais as soluções para evitar a dor nestes casos?

Para evitar o aparecimento de dedos pé martelo e em garra, recomenda-se não usar saltos mais altos do que quatro centímetros. Mas se os dedos dos pés já mostram uma angulação significativa, é recomendado o uso de das almofadas sub-digitais.Se aparecerem calos, então utilize o Digitube® se o calo se encontra em cima do dedo do pé (calo dorsal) ou a Dedeira se o calo de encontra na ponta do dedo do pé (calo pulpar).

 

Caso pretenda receber informação acerca dos pontos de venda mais próximos da sua zona de preferência, por favor preencha o seguinte formulário:


Separadores | 

Para aliviar a dor relacionada a calos e olhos-de-perdiz

Separadores | Para aliviar a dor relacionada a calos e olhos-de-perdiz
img_marca_produtos

Recomendados para aliviar a dor associada aos calos interdigitais (olhos de perdiz) e a dedos sobrepostos "em martelo" . Este produto EPITACT tem como objetivo a separação dos dedos dos pés apenas alguns milímetros. Trata-se de uma solução ideal para a base dos espaços interdigitais. O gel de silicone Epithelium® flexível, juntamente com a sua forma específica, proporciona grande conforto e permite que os separadores se mantenham no sítio. São laváveis à mão e possuem uma durabilidade aproximada de 1 a 2 meses. Se desejar, pode combinar a utilização de dois pequenos separadores, de modo a poder separar dois dedos de forma mais significativa.

Detalhes:

Código Nacional de Produto Farmácia (CNP) Apresentação Quantidade por Embalagem Características
6180844 S 3 EPITHELIUM®

O que é um calo?

Um calo é uma área de pele espessa que aparece nas zonas de pressões e atritos. É na verdade uma forma natural para o corpo proteger a pele, geralmente nos dedos do pé.

Dependendo do local onde se encontra localizado, o calo é denominado por:

  • calo dorsal, situado no topo da articulação;
  • calo pulpar, situado no topo do dedo do pé (dedos em martelo);
  • ou calo interdigital, localizado entre dois dedos do pé que tendem a juntar-se ou até mesmo sobrepondo-se um no outro.

Para aliviar calos dolorosos, temos de reduzir as pressões e atritos exercidos sobre a pele. É aí que Epithelium®26, distribuidor de carga, entra.

Como evitar a formação de calos?

Temos de interpor uma relação confortável entre o agressor (o sapato, um dedo do pé vizinho ...) e a pele para reduzir a agressão. Imediatamente o processo de queratinização será desativado, o equilíbrio entre a renovação celular e descamação encontrados. Dado o ciclo de vida de um queratinócito, o efeito realmente será visível apenas cinco semanas após o início da aplicação. O EPITHELIUM®26, material desenvolvido por podólogos, atua como um distribuidor de pressão sobre o pé e tem uma vida útil que pode de forma sustentável proteger a pele contra calos e calosidades. Dependendo da área, a gama EPITACT oferece vários tipos de proteções.

Caso pretenda receber informação acerca dos pontos de venda mais próximos da sua zona de preferência, por favor preencha o seguinte formulário:


Pensos Verrugas | 

Alivia a dor associada à verruga plantar

Pensos Verrugas | Alivia a dor associada à verruga plantar
img_marca_produtos

Estes pensos auto-adesivos são recomendados para aliviar a dor associada à verruga plantar.

Distribuem a pressão e inibem a fricção, aliviando a dor ao caminhar, devido às propriedades do gel de silicone Epithelium® Activ. A oclusividade do gel favorece o desaparecimento da verruga. Devido à sua fina espessura, podem ser utilizados com qualquer tipo de calçado. Os pensos são laváveis à mão com água e sabão e possuem uma durabilidade média de 5 dias/penso (retirar à noite).

Adequados para adultos e crianças com mais de três anos, permitindo um tratamento sem riscos e sem dor. Recomendado para diabéticos.

 

Detalhes:

Código Nacional de Produto Farmácia (CNP) Apresentação Quantidade por Embalagem Características
6138651 Circular (3,5cm) 5 EPITHELIUM® ACTIV

O que é uma verruga plantar?

As verrugas plantares afetam 7 a 10% da população. A sua frequência tem aumentado ao longo das três últimas décadas, sobretudo em crianças em idade escolar e adultos jovens, de pele branca. São lesões benignas da pele cuja proliferação é induzida por um vírus chamado o Papilomavírus Humano (HPV). A sua evolução é variável e muitas vezes favorável: a taxa de cura espontânea são cerca de 65%.

Existem dois tipos de verrugas plantares: a mais comum é uma verruga plantar profunda, dolorosa na pressão, isolada ou em número reduzido. Um anel de hiperqueratose rodeia-a, cobrindo parcialmente a região do núcleo cuja superfície é pontilhada com cravos; a verruga plantar mosaico corresponde a várias verrugas, contíguas e superficiais que formam uma placa, mas não uma hiperqueratose dolorosa.

Como aparecem as verrugas plantares?

A transmissão de verrugas plantares é de humano para humano: o contágio é feito tanto por contato direto (pele a pele) como em contactos indiretos (por exemplo, o solo contaminado). A exposição ao vírus não aciona automaticamente o aparecimento de verrugas, porque cada pessoa reage de acordo com a resistência do seu sistema imunológico. O período de incubação é, em geral, de 2 a 3 meses, mas às vezes o vírus ativa vários anos após o contato.

Quais os fatores que contribuem para o aparecimento de verrugas plantares?

São vários os fatores que podem aumentar o risco de aparecimento de verrugas plantares:

  • defeitos da pele devido ao trauma da pele: um arranhão, um pequeno corte facilita a entrada do vírus no organismo. Pessoas com pele enfraquecida estão mais expostos à intrusão do HPV;
  • o calor e a humidade: o vírus é introduzido mais facilmente numa pele húmida, por exemplo, frequentando certos locais públicos (piscina, ginásio, chuveiros ...) onde a contaminação é através do piso;
  • deficiência do sistema imunológico: infeções por HPV são mais frequentes e mais agressivos em pacientes imunocomprometidos, transplantados de órgãos e especialmente os doentes infetados com HIV (AIDS).

Em menor número, observou-se que as verrugas plantares são mais comuns durante um cansaço ou após períodos de stress intenso quando o corpo é mais vulnerável a infeções.

Que estratégia de tratamento deve ser adotada no caso de aparecimento de verrugas plantares?

O caráter benigno das verrugas plantares e o seu potencial para a regressão espontânea são considerados elementos na escolha de tratamento. É importante escolher uma solução onde o benefício/risco/stress/dor seja devidamente avaliado. Os tratamentos convencionais têm uma taxa de sucesso de cerca de 70%. Deve notar-se também que, mesmo que a verruga seja removida, o vírus ainda está presente em 30% dos casos. Isto explica o reaparecimento frequente, mesmo com métodos agressivos.

No entanto, a dor justifica a remoção e os cuidados da verruga.

Os tratamentos com ácido salicílico ou outras substâncias corrosivas têm a desvantagem de ser longos (8 semanas) com a necessidade de proteger as áreas saudáveis. Quanto aos métodos mais agressivos (nitrogénio líquido, laser ...) são dolorosos e podem causar danos irreversíveis aos tecidos, deixando por vezes cicatrizes. Seguro e indolor, o tratamento de verrugas EPITACT® distribui a pressão sobre a verruga e o anel de chifre em torno dela, permitindo caminhar sem dor. Além disso, promove o seu desaparecimento.

Caso pretenda receber informação acerca dos pontos de venda mais próximos da sua zona de preferência, por favor preencha o seguinte formulário: